Novas páginas

Aos poucos o livro Memórias da Vó Aurora vai avançando  Coloquei agora o quarto capítulo: Em Grão Mogol.  O livro tem 16 capítulos, no total. Leiam e enviem os comentários.

Além disso vou avançando com a Árvore. Por favor, quem tem informações sobre os seus ramos familiares, envie, para serem integradas.

E quem se animar a escrever e enviar os “casos” de família, aquelas histórias preservadas por tradição oral durante gerações, envie, para ficarem preservadas no site.  Os familiares agradecem. 

Abraço. 

 

Temos duas novas páginas.

São fotos da Fazenda Angélica e imagens de satélite de Três Lagoas, com a localização das lagoas e das ruas Joaquim Martins (Vô Martins) e Itacil P. Martins.

Confiram!

O primeiro capítulo das Memórias de Vó Aurora.

Já coloquei o primeiro capítulo do livro “Memórias de Vó Aurora”, cujo nome é TEMPOS ANTIGOS.

Atenção ao seguinte: É importante que leiam as Notas de pé de página.  Há informações importantes, lá.  Mesmo quem já leu o livro, leia as Notas de Pé de Página. As pesquisas avançaram, desde que o livro foi distribuído. Há muita coisa nova.

FINALMENTE A PÁGINA PROMETIDA

Eu tomei o encargo de criar esta página, mas ela não é só minha. É de cada um de vocês da família Martins, ainda que não carreguem o sobrenome, porque outros se sobrepuseram, seguindo a tradição de manter preferencialmente os recebidos pela linhagem paterna. Mas nós sabemos que isso é somente uma tradição. A genética tem suas leis e os ascendentes por linha materna são igualmente importantes.

A proposta é publicar aqui informações sobre a família, tanto as atuais como as antigas e também as muito antigas, digamos assim, as remotas.

Considero importantíssima a participação das gerações mais novas, elas é que vão levar adiante a história da família, quando nós, os netos da vó Aurora, nos formos.

Para não tumultuar, pretendo ir avançando aqui aos poucos no passado, de maneira a não criar uma enorme confusão.

O Pedro Augusto (que muitos de vocês já conhecem pessoalmente), bisneto do irmão da avó Aurora chamado Pedro, já tem informações confirmadas por documentos sobre nossos ascendentes, chegando ao século 16. Um fato que ajuda muito é a existência de registros na própria história do Brasil, além das histórias de Minas Gerais, Bahia e São Paulo. Porque esse nosso pessoal está presente por aqui já faz tempo. Há bandeirantes, funcionários do governo português na época da colônia, há revoltosos contra a administração portuguesa, gente que nos dá orgulho por descendermos deles e gente que nos dias de hoje seria considerada bandido. Mas quando mergulhamos no passado é preciso olhar os fatos com os valores da época. No tempo em que viveram foram considerados heróis, por combaterem índios na disputa do território e por se defenderem desses índios em suas fazendas.

Espero que colaborem com a página, mandando casos mais recentes e os mais antigos sobre a família. Aquelas histórias que até hoje ficaram só na tradição oral, os “casos” de família, contados pelos pais aos filhos. Para que com o registro escrito, sejam preservados. Aqui temos espaço. Vamos escrever. Estejam à vontade para comentar o que lhes der vontade, cumprimentar os parentes, mandar fotos recentes e antigas, colocar anedotas (só lembrem que a página é lida também por menores de idade, nossos filhos, netos, filhos dos primos. Vamos manter o nível, por favor). Colocando o seu texto na área de comentários, estarão disponíveis aqui. Fotos e outros arquivos mandem em mensagem para mim, ao meu e-mail, que é jmartins661@gmail.com, que eu insiro aqui. 

Outra coisa que pretendo fazer é manter atualizada (e completa) a lista dos descendentes do vô Martins e da vó Aurora. E peço ao Pedro que coloque os descendentes do seu bisavô Pedro.

O ideal seria registrar por completo a lista desde Caetano Martins Pereira e Josefa Carolina Dias Bicalho Martins Pereira (os avós paternos, tanto do vô Martins como da vó Aurora, que eram primos) mas isso reconhecemos ser impossível. A lista seria imensa.

Uma página daqui do site fica reservada para as Memórias da Vó Aurora. Vou acrescentar os capítulos aos poucos.

Os posts serão enviados ao e-mail de cada um, mas não se limitem a ler as mensagens. Venham à página, muita coisa só estará disponível aqui.

Por hoje já tomei muito a atenção de vocês, espero não ter aborrecido.

Joaquim